10 coisas que talvez você não saiba sobre o Google, que completa 20 anos

Ao completar 20 anos de existência, o buscador da gigante de tecnologia Google – seu principal serviço – processa, em média, mais de 400 mil buscas por segundo, ou cerca de 3,5 bilhões por dia, de acordo com a revista Forbes.

No processo de tornar-se o principal buscador do planeta, ele também se consolidou como uma plataforma de anúncios, um modelo de negócios e um coletor de informações pessoais.

Eis alguns fatos que podem surpreender você:

1. O nome

O nome Google nada mais é do que a escrita incorreta do termo matemático “googol” – o número 1 seguindo de 100 zeros.

Há muitas histórias não confirmadas sobre como, nos primeiros dias da empresa, um engenheiro ou um estudante teriam soletrado a palavra incorretamente.

O erro acabou sendo muito usado e se tornou o nome da nova ferramenta.

2. “Massagem nas costas”

Os cofundadores do Google, Larry Page e Sergey Brin, chamavam o buscador originalmente de Backrub, a palavra em inglês para “massagem nas costas”.

Mas isso não tinha nada a ver com a massagem real. Era uma referência ao sistema de encontrar e rankear páginas com base nos links que outros sites faziam para elas.

3. Brincadeiras

Os engenheiros e designers do Google gostam de programar pegadinhas em algumas buscas.

Digite, por exemplo, a palavra em inglês askew, que significa torto ou inclinado.

Notou algo diferente na página?

4. Bodes para cortar grama

O Google diz que uma das iniciativas mais “sustentáveis” que apoia é trocar cortadores de grama por bodes.

Os gramados do Googleplex, a sede da empresa em Mountain View, na Califórnia, precisam ser aparados regularmente. Por isso, volta e meia é possível ver um grupo de cerca de 200 bodes se alimentando no complexo.

5. Um negócio em crescimento

Além do Gmail, do Google Maps, do Google Drive, do Google Chrome e outros, o Google vem adquirindo, em média, uma companhia por semana.

Você pode não saber, mas empresas como Android, YouTube, Waze e AdSense são propriedade do Google, assim como outras 70.

6. O Doodle

Os Doodles se tornaram cada vez mais sofisticados – alguns são até jogos – e se tornaram uma tradição do buscador. Eles celebram dias significativos ou personalidades de diversos países com ilustrações especialmente encomendadas.

7. Uma oportunidade perdida

Em 1999, Larry e Sergey tentaram vender o Google por apenas US$ 1 milhão, mas não houve compradores interessados. Mesmo quando eles reduziram o preço.

Agora, a empresa vale mais de US$ 300 bilhões, e domina quase 80% do mercado de buscadores.

8. Lema

“Não seja mal” é um dos lemas originais – e o mais famoso – da empresa.

Se eles se mantiveram fieis a este lema, é algo que divide opiniões de pesquisadores, críticos e usuários.

9. Comida importa – e muito

De acordo com a revista Forbes, o cofundador da empresa, Sergey Brin, decidiu logo no início que nenhum escritório do Google deveria ficar a mais de 60 metros de distância de algum tipo de comida.

10. O melhor amigo

No Google, os funcionários, incluindo os “nooglers” (novatos na empresa) podem levar seus cachorros para o trabalho.

Na condição, é claro, de que eles sejam treinados para estar nos escritórios – e não façam suas necessidades dentro dos prédios, por exemplo.

Fonte: O SUl

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *