Porto Alegre, RS 12/05/2018 SMS no dia D da vacinação contra gripe. Local: CS Modelor Foto: Cristine Rochol/ PMPA

A campanha de vacinação contra a gripe foi prorrogada até o dia 22 em Porto Alegre

FONTE: O SUL

Conforme orientação do Ministério da Saúde, Porto Alegre prorrogou a campanha de imunização contra a gripe até o dia 22 para toda população, mantendo como prioridade os públicos-alvo, com ênfase para crianças e gestantes, grupos que ainda apresentam as mais baixas coberturas vacinais. Desde o início da campanha, em abril, a Capital vacinou 73,60% das pessoas que integram os grupos prioritários estabelecidos pelo MS (Ministério da Saúde).

De acordo com o vacinômetro do SIPNI (Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações), 295.183 doses foram administradas nos grupos prioritários. Até o início da tarde de quarta-feira, os grupos com menor percentual de imunizados eram o das crianças (48,98%) e gestantes (51,51%). Os demais superaram 60%: professores (75,87%), trabalhadores da saúde (72,27%), puérperas (78,93%), idosos (83,97%) e indígenas (88,57%). A meta estipulada pelo Ministério da Saúde é de imunização de 90% de cada grupo prioritário. Os dados são parciais e estão sujeitos a revisão.

Como a vacina precisa de no mínimo 15 dias para surtir proteção no organismo, a indicação é de que as pessoas sejam levadas ou se dirijam às unidades de saúde com a maior brevidade possível. A SMS (Secretaria Municipal de Saúde) mantém o atendimento em todas as salas de vacina da rede, com horários diferenciados, de acordo com o funcionamento das unidades, sempre de segunda a sexta-feira: nas unidades de saúde, o atendimento vai das 8h às 17h; nas unidades São Carlos e Tristeza e no Centro de Saúde Modelo, das 8h às 22h; e na Clínica de Saúde da Família da Restinga, das 8h às 20h.

Os gestores da SMS enfatizam a importância da vacinação, especialmente nos grupos de risco elencados pelo MS em 2018, pois essas pessoas são as mais suscetíveis às complicações da influenza. Com a imunização, caem os índices das complicações, os números de internações hospitalares, de casos da doença e, consequentemente, dos óbitos decorrentes da gripe.

O número de doses da vacina administradas pela SMS em Porto Alegre entre 23 de abril e 13 de junho é de 402.315, incluindo 295.183 nos grupos de risco e 92.980 em pessoas com comorbidades. Outros grupos, incluindo a rede privada, somam 7.152 doses.

Público prioritário

O grupo prioritário é composto por: indivíduos com 60 anos ou mais de idade; crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; povos indígenas; grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; professores das escolas públicas e privadas.

A vacina é segura, sendo produzida por vírus mortos e fragmentados, ou seja, não há o risco de causar gripe nas pessoas. Ela protege contra três tipos de gripe Influenza – A (H1N1), A (H3N2) e B – e precisa ser renovada a cada ano, ou seja, mesmo quem se vacinou ano passado deve retornar às Unidades Básicas de Saúde para receber a nova vacina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *