Com promessa de mais novidades, Tite convoca Seleção nesta sexta

Mais estrangeiros e poucos nomes que atuam no Brasil. Assim deve ser a lista do técnico Tite para os próximos compromissos da seleção brasileira em outubro, na Arábia Saudita, contra os donos da casa, no dia 12, em Riad, e diante da Argentina, quatro dias depois, em Jeddah. O treinador vai divulgar os convocados para os dois compromissos nesta sexta-feira, na sede da CBF, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.
Assim como na primeira lista divulgada após a Copa do Mundo, Tite quer avaliar o maior número possível de jogadores antes de definir uma base da equipe nacional para a disputa da Copa América, no meio de 2019. Na convocação para os jogos dos Estados Unidos, disputados no início deste mês, o treinador convocou 13 atletas que estiveram na Copa do Mundo.

Renato Augusto, que pediu dispensa, Fágner, cortado por lesão, e Pedro, que lesionou o joelho, acabaram não viajando com a delegação para os Estados Unidos. Para a vaga do volante, Tite optou por não chamar nenhum substituto. No entanto, para os lugares do lateral do Corinthians e do atacante do Fluminense, o treinador convocou Eder Militão, que era do São Paulo e foi negociado com o Porto, e Richarlison, do Everton.

“Nesta primeira fase, será maior a oportunidade. No ano que vem, será de preparação para a Copa América”, disse Tite.
Com isso, doze novidades em relação ao time que foi à Rússia estiveram na delegação que venceu os Estados Unidos e El Salvador. Além de Richarlison e Eder Militão, os goleiros Neto e Hugo, titular do sub-20 do Flamengo, os laterais Alex Sandro e Fabinho, os zagueiros Dedé e Felipe, os meio-campistas Arthur, Andreas Pereira e Lucas Paquetá, e o atacante Everton. Mas é justamente a presença de alguns nomes que atuam no Brasil é que pode causar alterações na nova lista.

Os jogadores de clubes que atuam no futebol brasileiro envolvidos na final da Copa do Brasil, que será disputada no mesmo período dos amistosos, ficarão fora da lista. Porém, como os finalistas do torneio ainda não estão definidos, já que Flamengo, Corinthians, Palmeiras e Cruzeiro vão jogar apenas na próxima quarta-feira, a comissão técnica da Seleção ainda não definiu se chamará um número maior de atletas para liberá-los caso seus respectivos times se classifiquem para a grande decisão do torneio.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *