Contra-ataques, dribles e chutes: como Marinho pode encaixar no time do Grêmio

A chegada de Marinho ao Grêmio é um pedido de Renato para reforçar o setor ofensivo gremista. Mas não só isso. O meia-atacante aporta uma característica tida como importante: o drible para tentar furar defesas muito fechadas. O treinador gremista terá um leque de opções para utilizar o reforço, costumeiramente escalado pela ponta direita. Mas que ajuda em outros setores do campo.

Marinho se destacou pelo Vitória como ponta direita, com liberdade para arrancar em direção ao gol adversário. Seu estilo de jogo não mudou, conforme o próprio deixou claro em sua apresentação, na última sexta-feira. O Tricolor tem a partir do dia 16 de julho, data da abertura da janela de transferências, para registrá-lo como reforço.

– A maioria conhece como eu jogo, não é segredo. A minha forma de jogar não muda, independente de ter saído do Brasil continuo jogando da mesma forma. Continuo jogando pelo lado direito e indo para cima dos adversários, é o que eu faço. Com o Renato posso desempenhar o futebol que todos conhecem, que ele conhece especialmente. Só tenho a crescer, essa é a realidade – afirmou Marinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *