Dois são presos por crime ambiental em Canoas

A Delegacia do Meio Ambiente (DEMA), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), prendeu, nesta quinta-feira (17), em Canoas, dois por crimes de poluição ambiental e serviço potencialmente poluidor sem licença ambiental.

Segundo a Delegada Marina Goltz, as prisões ocorreram em um depósito irregular de resíduos localizado no Bairro Fátima, em Canoas, e fazem parte de uma série de ações que a DEMA está realizando com o objetivo de combater o descarte irregular de resíduos.

– O lixo descartado de forma inadequada, além de potencial dano à saúde humana e ao meio ambiente como um todo, é foco de proliferação do mosquito Aedes Aegypti, o qual é transmissor dos vírus zika, chikungunya e dengue – esclarece a delegada.

Os presos possuem antecedentes criminais por tráfico de drogas, estupro, roubo a estabelecimento comercial, além de outros crimes ambientais. Após os procedimentos de praxe, os presos foram encaminhados ao sistema prisional.

 

Fonte: Policia Civil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *