Dupla Gre-Nal é convidada para reunião da Liga Sul-Americana de Clubes | Foto: Fabiano do Amaral / CP Memória

Dupla Gre-Nal é convidada para reunião da Liga Sul-Americana de Clubes

Romildo Bolzan e Giovani Gazen representarão Grêmio e Inter em Buenos Aires

A Liga Sul-Americana de Clubes abre as portas para os brasileiros. Depois de serem ignorados no primeiro encontro, ou conforme a argumentação oficial de que o convite foi enviado tardiamente, representantes da dupla Gre-Nal e de outros clubes nacionais foram convocados para a nova reunião que acontece nesta quarta-feira em um hotel de Buenos Aires, na Argentina.

Nessa terça-feira, no início da noite, embarcaram para o país vizinho o presidente gremista, Romildo Bolzan Júnior, e o vice-presidente jurídico colorado, Giovani Gazen. Além deles, estão confirmadas as presenças de dirigentes de Corinthians, São Paulo, Santos, Atlético-MG e Cruzeiro. Os cariocas também devem participar.

Embora considere salutar esta união, o mandatário gremista ainda mantém o pé atrás sobre a formatação da Liga. “Eu vou para conhecer o ambiente. Depois desta anistia ao Boca (a redução da pena de ter que jogar com os portões fechados na Libertadores), não sei o que vai acontecer. Quero saber como vai ser, dar uma olhada”, diz.

O Inter, embora também deseje primeiro saber quais são as intenções do movimento que está se formando, mostra-se inicialmente mais aberto a participar e não descarta a sua adesão hoje mesmo. “Vou para ouvir o que é proposto e se for o caso aderir. É muito bom este fortalecimento. A tendência é que façamos parte”, destaca Gazen.

Embora possa ocorrer uma comparação natural com a Primeira Liga, Romildo não vê muita semelhança entre os dois casos. “A Liga Sul-Americana está mais para o Clube dos 13 do que para a Primeira Liga. Ela está voltada mais para o lado comercial”, salienta. As principais bandeiras são a extinção da taxa de 10% da renda dos jogos pagas para a Conmebol e o aumento significativo das cotas de TV.

A primeira reunião, em 11 de janeiro, em Montevidéu, contou com a participação de Boca Juniors, River Plate, San Lorenzo, Racing, Peñarol, Nacional, River-URU, Universidad de Chile, Colo-Colo, Universidad Catolica, Sporting Cristal, Olimpia, Cerro Porteño, Melgar e LDU. Depois, houve um encontro com dirigentes da Conmebol em Assunção. Hoje, além dos brasileiros, é esperada a adesão de colombianos e venezuelanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *