Em Porto Alegre, Rodrigo Maia fala de urgência em votar reformas e nega indicações a ministérios.

FONTE G1//presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reforçou durante evento em Porto Alegre nesta segunda-feira (20) sua preocupação com a votação das reformas para o país. Depois da Trabalhista, o foco é acelerar a discussão sobre a reforma da Previdência. Segundo ele, as mudanças nas regras de aposentadorias serão a “salvação do país”, e a matéria está acima de questões partidárias.

“A reforma da Previdência não é de esquerda e nem de direita. A reforma é a salvação do nosso Brasil. Sem ela, não sobrará ao governo outro caminho que não seja aumentar impostos”, afirmou.

Maia reconheceu, porém, que ainda não tem os votos necessários. Por isso, na noite de quarta-feira (22), será realizada uma nova reunião no Palácio da Alvorada, em Brasília, com o objetivo de convencer os deputados aliados a dizerem “sim” à medida.

“No Alvorada [vamos tratar sobre] a Previdência, acho que a [reforma] ministerial sai antes”, comentou, sobre a pauta do encontro. “Acho importante que aqueles que têm compromisso com essas mudanças participem do nosso debate”, destacou Maia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *