Grávida que ficou ferida em incêndio de ônibus em Canoas recebe alta do hospital

FONTE: O SUL

A grávida de três meses que ficou ferida no incêndio criminoso de um ônibus em Canoas, ocorrido em 27 de agosto, recebeu alta do hospital nessa sexta-feira (6). Ela ficou 11 dias internada por ter inalado fumaça e chegou a ficar entubada e sedada no período.

O coletivo foi incendiado por quatro criminosos encapuzados. Um homem de 59 anos, que trabalhava como cobrador (mas não estava em serviço), segue internado no hospital de Canoas, mas em quadro de saúde estável. Outras 13 pessoas acabaram recebendo atendimento médico devido às consequências do incêncio.

Quatro pessoas já foram presas pelo crime – duas delas sem participação direta no incêndio – e dois homens já identificados como participantes continuam sendo procurados pela polícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *