Homem que estuprou e matou idosa no interior do Rio Grande do Sul é condenado a 20 anos de prisão

FONTE: O SUL

Acusado de estuprar e matar uma idosa de 89 anos em Tiradentes do Sul, Daniel de Jesus Santana foi condenado a 20 anos e seis meses de prisão em regime inicial fechado. Ele está preso há quatro meses e não recebeu o direito de recorrer em liberdade, segundo informações divulgadas pelo MP (Ministério Público) gaúcho na terça-feira (08).

A sessão de julgamento ocorreu no dia 26 de setembro, quando o corpo de jurados acatou a tese do MP, defendida pelo promotor de Justiça Caio Isola de Aro,e considerou o homem culpado por homicídio duplamente qualificado, por meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima, bem como por estupro de vulnerável. O promotor solicitou também a identificação do perfil genético do condenado para armazenamento em banco de dados.

O crime

Em 11 de maio, por volta das 16h, em Ressaca de Campos Sales, na zona rural de Tiradentes do Sul, Daniel entrou na casa da vítima, que estava sozinha. Ele arrastou a idosa, que era muito debilitada, da cadeira onde estava sentada até o sofá da sala. Lá, sobre um colchão, o homem iniciou o ato de estuprar a vítima. Para evitar que ela gritasse por socorro, o réu tapou a boca e o nariz da idosa, o que provocou a sua morte.

Ao ouvir um dos filhos da mulher chegar, Daniel pulou a janela e saiu correndo, deixando para trás um boné e uma camiseta. Dois dias depois, foi decretada a prisão preventiva do homem, reconhecido pelos familiares da vítima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *