Marielle e Anderson são lembrados em ato em Porto Alegre, um dia após mortes

FONTE G1//Um grupo realizou no fim da tarde desta quinta-feira (15) em Porto Alegre um ato para homenagear e para pedir justiça para a vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada a tiros no Centro do Rio de Janeiro na noite de quarta-feira (14). O motorista dela, Anderson Pedro Gomes, de 39 anos, também foi baleado e morreu.

A manifestação começou na Esquina Democrática, no cruzamento da Avenida Borges de Medeiros com a Rua dos Andradas, tradicional ponto de protestos no Centro da capital gaúcha. Estavam presentes, além de estudantes e militantes de movimentos sociais em defesa das mulheres e dos negros, políticos, em maioria do partido de Marielle. O ato, organizado pelas redes sociais, foi convocado para às 17h30. Mas antes mesmo desse horário, os manifestantes começaram a chegar, com cartazes e faixas pedindo paz e justiça.

O microfone do carro de som foi aberto para livres manifestações. Alguns choraram em suas falas. “Não foi assalto” e “Marielle Franco, presente”, gritavam os participantes. As mulheres eram maioria.

Pouco antes das 19h, o grupo seguiu em caminhada pela Avenida Borges de Medeiros. O destino final da marcha foi o Largo Zumbi dos Palmares, no bairro Cidade Baixa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *