Mulher é condenada a 13 anos de prisão por assassinato de ex em Porto Alegre.

FONTE G1//Uma mulher foi condenada a 13 anos de prisão por matar a tiros o ex-companheiro, o garçom Marcos de Andrade Borba, de 44 anos, em setembro de 2015 em frente ao restaurante onde a vítima trabalhava, no bairro Auxiliadora, Zona Norte de Porto Alegre. A sentença foi definida em julgamento realizado nesta terça-feira (5) na 2ª Vara do Júri da capital gaúcha.
O julgamento teve cerca de 12 horas de duração. A ré respondia por homicídio qualificado, e foi julgada por júri presidido pelo juiz André Vorraber Costa. Ela está recolhida Penitenciária Estadual Feminina de Guaíba, e não poderá recorrer em liberdade, segundo informações divulgadas pelo Judiciário gaúcho. O crime aconteceu na tarde de 22 de setembro de 2015 na Rua Auxiliadora, no bairro de mesmo nome. Segundo a investigação da Polícia Civil, Andrea foi reconhecida pelo chefe de Marcos, que o chamou. Ela pediu para conversar com o ex-companheiro na rua. Ali, Andrea agrediu o homem e atirou no tórax e no abdômen da vítima, que não resistiu aos ferimentos.
Após o crime, ela tentou fugir de carro e foi presa após bater em um guard-rail nas proximidades do Viaduto da Conceição, no Centro da capital gaúcha. Após a morte do garçom, o restaurante onde ele trabalhava divulgou uma nota lamentando o assassinato. “Marcos era um excelente profissional e querido por todos, deixando saudades”, diz trecho do texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *