O lateral da Seleção Brasileira Marcelo teve espasmo na coluna, disse a Confederação Brasileira de Futebol

FONTE: O SUL

O lateral-esquerdo Marcelo sofreu um espasmo na coluna no começo da partida da seleção brasileira contra a Sérvia, nesta quarta-feira, e passa bem, segundo a CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

“Em uma tentativa de arrancada, o lateral teve um espasmo na coluna. Foi medicado e passa bem”, disse a CBF no Twitter, sem mencionar quanto tempo o jogador poderá ficar fora dos gramados. Marcelo foi substituído por Filipe Luís na terceira partida do Brasil na Copa do Mundo, que terminou com vitória por 2×0, gols de Paulinho e Thiago Silva.

“Espasmo nas costas é uma contração do músculo, no caso perto da região lombar, que é onde ele sentiu a dor, por conta de qualquer tipo de movimento ou forçado ou um movimento diferente do que ele está habituado ou um movimento brusco”, disse a médica Cássia Maria Costa.

“O músculo pode estar cansado, extenuado, ou a pessoa dormiu de mal jeito ou em uma cama diferente, e a musculatura, para proteger a coluna, contrai e não consegue voltar e relaxar, por que o músculo contrai e relaxa, contrai e relaxa. Pode até pinçar o nervo. A dor é forte e pode até atrapalhar a pessoa a fazer movimentos básicos, como ficar em pé e andar”, completou a médica.

Colchão?

Rodrigo Lasmar, médico da Seleção, explicou que esse tipo de lesão muscular não é novidade na carreira de Marcelo. “Ele tem o histórico de ter tido isso no passado. Pode ser até o colchão do hotel, que era um pouco mais macio do que o normal. Foi um lance de jogo, um movimento de rotação que ele fez e teve situação desconfortável, não conseguiu continuar por que a musculatura ficou travada.”

Mexicanos

O Brasil volta a campo na segunda-feira, às 11h (de Brasília), contra o México, pelas oitavas de final do Mundial. “A princípio não é nada grave, tem que esperar a questão da dor. É possível voltar nas oitavas de final. Estou otimista, é claro que tem pouco tempo de evolução, precisamos um pouquinho mais. Mas a primeira avaliação foi positiva.”

Além de Marcelo, o técnico Tite tem mais dois problemas médicos. O lateral Danilo, que sentiu na estreia contra a Suíça, e o atacante Douglas Costas, que se lesionou contra a Costa Rica.

“Os dois estão evoluindo bem, o Danilo um pouco mais avançado, já começou a fazer trabalho com bola hoje, vamos reavaliá-lo em Sochi para ter uma ideia melhor de como vai ser evolução, mas estamos otimistas para o próximo jogo. O Douglas vamos aguardar em Sochi para avaliar”, completou.

Neymar

Neymar mudou de comportamento em relação aos dois primeiros jogos do Brasil no Mundial, mas não deixou de exibir seu vasto repertório. Aos 25 do segundo tempo, deu um drible de chaleira em Milikovic-Savic e arrancou para servir Coutinho mais uma vez.

Depois de consolidada a vantagem do Brasil no placar, se atreveu a deixar a ponta esquerda e a circular mais pelo centro do ataque. Neymar só não conseguiu vencer o goleiro Stojkovic. Faltou só o gol, que não fez falta nenhuma ao Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *