O Rio Grande do Sul apresentou ao Ministério da Educação projetos para combater o bullying

FONTE: O SUL

A Secretaria da Educação apresentou ao MEC (Ministério da Educação), nesta quarta-feira (8), em Brasília, as ações desenvolvidas no Rio Grande do Sul para o combate à violência e ao bullying (agressão física ou psicológica) dentro do ambiente escolar. O secretário Ronald Krummenauer explicou ao ministro Rossieli que são traçadas estratégias conjuntas nas áreas de educação, segurança pública e Justiça.

O diretor de Currículos e Educação Integral da Secretaria de Educação Básica do MEC, Raph Gomes Alves, destacou a importância dessa troca de experiências e da possibilidade de levar as ações para outros estados. “A partir do momento em que entendemos como potencializar essa iniciativa com outros estados, esse é um papel importante que o MEC cumpre. Entender como o RS trabalha com a questão do bullying, as iniciativas para prevenção à violência, e também organizar e compartilhar isso com outros estados podem contribuir para o enfrentamento dessa temática nas outras regiões”, afirmou.

O projeto, que utiliza games e ferramentas de diálogo entre escola e comunidade, foi criado pela Comissão de Prevenção a Acidentes e Violência Escolar. O objetivo é criar um ambiente de combate à violência, seja ela física ou verbal, entre alunos, professores e funcionários.

Números

No caso dos relatos de violência física, foram 165 no segundo semestre de 2017 e 135 no primeiro semestre de 2018. Em relação às agressões verbais, houve o registro de 3.121 casos no segundo semestre do ano passado e 2.321 no primeiro semestre de 2018. Outro índice que chama bastante atenção em ambiente escolar é o bullying. Foram 4.978 casos, sendo 2.860 no segundo semestre de 2017 e 2.118 no último semestre. Em relação ao racismo, os números indicam que houve 1.194 casos no segundo semestre do ano passado e 175 neste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *