Petrobras estima impacto da redução do preço do diesel de R$ 350 milhões em receita

FONTE CORREIO DO POVO//A Petrobras calcula que a redução do preço do diesel em 10%, anunciada na noite da última quarta-feira, resultará numa diminuição de receita em cerca de R$ 350 milhões, considerando o reajuste no combustível e também a expectativa de vendas no período de 15 dias. “A companhia está atuando para evitar reduções de carga ou, em situações extremas, parada de alguma de suas refinarias, seja em virtude de eventual risco de segurança de suas instalações, seja em virtude de potenciais limitações de escoamento”, diz a empresa em comunicado ao mercado divulgado nesta quinta-feira.

Na nota, a estatal reitera que a medida é de caráter excepcional e não representa mudança na política de preços, e que a decisão tomada pela diretoria executiva levou em consideração “os impactos negativos da greve para a população e para as operações da empresa.” A conta da queda da receita com a venda do produto já havia sido revelada pelo presidente da companhia, Pedro Parente, e o diretor de Gás e Refino, Jorge Celestino, em encontro com a imprensa, na noite da última quarta-feira.

Parente ainda defendeu a redução dos tributos que incidem sobre o combustível como um meio de reduzir o preço do produto definitivamente. Parente considerou que não será preciso que o governo faça o ressarcimento a empresa por interferência política na gestão, como prevê o estatuto social da companhia, em casos de imposições feitas pela União na definição dos preços dos combustíveis. “Não vejo nenhum arranhão na liberdade da empresa em praticar seus preços. Não vejo que a independência e a autonomia tenham sido arranhadas. A Lei do petróleo exige a liberdade de preços e temos que operar com o quadro legal do País e suas regulamentações”, acrescentou.

Como anunciado nessa quarta-feira, a redução de 10% é equivalente a R$ 0,2335 por litro, o valor médio do diesel comercializado em suas refinarias. Com isso, o preço médio de venda da Petrobras nas refinarias e terminais sem tributos será de R$ 2,1016 por litro a partir desta quinta-feira. Este preço será mantido inalterado por período de 15 dias. Após este prazo, a companhia retomará gradualmente sua política de preços aprovada e divulgada em 30 de junho de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *