Polícia gaúcha prende homem que tentou incriminar a ex-namorada por tráfico de drogas com o objetivo de retomar o relacionamento.

FONTE O SUL//A Polícia Civil prendeu, na tarde de quarta-feira (27), em Rolante, no Vale do Paranhana, o mentor de uma armação que resultou na prisão em flagrante de uma jovem inocente, em Taquara, por suposto crime de tráfico de drogas.

A universitária, de 24 anos, foi presa no dia  20 de novembro após denúncia anônima recebida pela Brigada Militar. Segundo o denunciante, que chegou a ligar mais de uma vez para a polícia, a jovem estaria traficando drogas em frente a uma universidade em um veículo que, de acordo com a denúncia, sempre era utilizado para a entrega dos entorpecentes no local. Após revista efetuada pelos policiais, foi encontrada uma pochete contendo algumas buchas de maconha e de crack. A estudante foi presa em flagrante por tráfico de drogas e encaminhada para o Presídio Madre Pelletier, em Porto Alegre.

Durante as investigações, foi apurado pela Polícia Civil que tudo não passou de uma armação executada pelo ex-companheiro da jovem, um homem de  49 anos. Ele próprio adquiriu as drogas e as colocou no carro da ex-companheira, fazendo a denúncia anônima em seguida e provocando a sua prisão. Além disso, também tentava denegrir a imagem da vítima no seu trabalho, mandando mensagens  difamatórias  para a sua empregadora. Ainda foram enviadas pelo indivíduo outras mensagens, sendo que uma delas, inclusive, tinha cunho ameaçador.

Depois da confirmação dos crimes, que foram confessados pelo indivíduo em um áudio, a polícia pediu a sua prisão preventiva, que foi deferida pela Justiça. No áudio, o autor do delito diz que fez a armação, denominada por ele como “ladaia”, para depois da prisão provar o seu amor pela ex-companheira, vendendo o carro para pagar um advogado de defesa e libertando-a do cárcere. O bandido foi indiciado pelos crimes tráfico de drogas, denunciação caluniosa, ameaça, injúria e difamação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *