Por engano? Músico é enterrado e presos são ouvidos na Justiça Militar nesta quarta-feira

FONTE: O SUL
O músico Evaldo dos Santos Rosa, morto após ter o carro da família atingido por ao menos 80 tiros, será enterrado nesta quarta-feira (10) no cemitério de Ricardo de Albuquerque, na Zona Norte do Rio, no final da manhã. Durante a tarde, os dez militares presos pelo crime serão ouvidos na Justiça Militar.

A Polícia Civil diz que “tudo indica” que o veículo foi confundido com o de criminosos. Dos 12 homens do Exército que participaram da ação, dez foram presos na segunda-feira (8). Eles vão prestar depoimento na 1ª Auditoria da 1ª Circunscrição Judiciária Militar.

O automóvel da família foi atingido por mais de 80 disparos, conforme perícia realizada pela Polícia Civil. As cinco pessoas que estavam no carro iam para um chá de bebê: Evaldo, a esposa Luciana, o filho de 7 anos, o sogro de Evaldo (padastro da esposa) e outra mulher.

Segundo o delegado Leonardo Salgado, da Delegacia de Divisão de Homicídios da Polícia Civil, há fortes indícios de que o carro foi confundido com o de criminosos. Evaldo dos Santos Rosa, de 51 anos, morreu na hora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *