Prefeitura de Porto Alegre propõe aumento da passagem de ônibus para R$ 4,50

FONTE O SUL//A prefeitura de Porto Alegre encaminhou ao Comtu (Conselho Municipal de Transportes Urbanos), na tarde de quinta-feira (01), o parecer do cálculo da tarifa técnica dos ônibus da Capital. O novo valor da passagem sugerido é de R$ 4,50, que representa um reajuste de 11% em relação ao preço atual.

Além de enviar a planilha somente com os cálculos previstos em lei, como normalmente é feito, o Executivo propôs que o Conselho delibere sobre medidas que poderão reduzir o valor da passagem para cerca de R$ 4.

A EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) e a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana enviaram para aprovação do Comtu cálculos referentes ao retorno da cobrança de 50% na segunda viagem que, caso volte a ser cobrada e com o cálculo aprovado, baixam o valor da tarifa original calculada para R$ 4,30.

O Executivo submeteu também para análise do Comtu os impactos referentes aos projetos de lei enviados à Câmara de Vereadores em julho de 2017. A apuração dos números, segundo a prefeitura, demonstra que a tarifa da Capital pode ser reduzida para uma faixa entre R$ 4 e R$ 4,25, caso todos os projetos sejam aprovados. O Conselho poderá analisar os documentos e recomendar que os descontos sejam aplicados imediatamente após a aprovação no Legislativo.

Com o objetivo de buscar alternativas para o sistema de transporte, levando em consideração a redução de 11% no volume de passageiros em 2017, a prefeitura pede o posicionamento do Comtu com relação a outras possíveis medidas para atrair novos usuários, como, por exemplo, que as empresas possam conceder desconto tarifário, sem ônus à tarifa, em horários diferenciados.

Além disso, que também possam oferecer desconto tarifário para usuários do cartão TRI PA (Passe Antecipado), no intuito de reduzir-se o pagamento em dinheiro, que atualmente representa 31% dos usuários pagantes. O Comtu terá, no mínimo, sete dias para avaliar os cálculos. O resultado será enviado para sanção do prefeito Nelson Marchezan Júnior.

Empresas

O Seopa (Sindicato das Empresas de Ônibus de Porto Alegre) protocolou na EPTC, no dia 16 de fevereiro, pedido de revisão tarifária para R$ 4,54. Segundo a legislação, a solicitação de reajuste pode ser feita quando ocorre a atualização da convenção coletiva de trabalho dos rodoviários, oficializado no dia 14.

No documento assinado pelo sindicato patronal e pelo sindicato dos trabalhadores, ficou acertado o acréscimo de 1,87% nos salários – mesmo percentual aplicado ao subsídio do plano de saúde – e aumento no vale-alimentação de 3%, passando de R$ 25 para R$ 25,75.

No pedido de revisão da tarifa, o Seopa justifica que, além das despesas com mão de obra, que representam cerca de 50% do custo do sistema de transporte, o combustível teve um acréscimo de 13,14% desde o último reajuste tarifário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *