STJD mantém multa ao Grêmio por Carol em campo na festa do penta

Os esforços do Grêmio de reverter a multa aplicada pela presença de Carol Portaluppi no gramado da Arena na festa do penta da Copa do Brasil não surtiram efeito. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) negou o recurso apresentado pelo Grêmio, em julgamento nesta quarta-feira, e manteve a pena de R$ 50 mil pelo ingresso da filha do técnico Renato Portaluppi no campo. Mas reduziu o valor cobrado pelo uso de sinalizadores pela torcida na final contra o Atlético-MG.
O Tricolor ainda terá de pagar R$ 3,8 mil, referentes ao uso de sinalizadores e arremessos de bobina por parte da torcida durante a partida – valor reduzido da multa inicial de R$ 10,8 mil. No julgamento anterior, o clube ainda recebeu advertência pelo atraso na partida, e Kannemann foi absolvido por confusão com Erazo, ao final da decisão. A alegação gremista para ser absolvido era de que Carol tinha uma das 30 credenciais distribuídas ao clube para a festa após a conquista do penta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *