Subsídios do Brasil à tecnologia condenados na OMC rendem isenções de R$ 55,7 bi em 9 anos.

FONTE G1//O setor de tecnologia no Brasil recebe incentivos de quatro dos sete programas de subsídios condenados pela Organização Mundial do Comércio. E a OMC deu 90 dias para o Governo Federal encerrar todos eles.
Empresas que fabricam semicondutores, computadores e equipamentos de automação industrial deixaram de pagar R$ 55,7 bilhões em impostos, ao longo de nove anos. Com base em informações do Ministério das Comunicações, Tecnologia, Inovações e Ciências (MCTIC) e da Receita Federal para os programas:
Lei de Informática;
PADIS (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Semicondutores e Displays);
PATVD (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Equipamentos para a TV Digital);
Programa de Inclusão Digital.
Na avaliação da OMC, os programas contrariam o tratado de 1994, que regula o comércio internacional e zela por condições razoáveis de competição.
A condenação é uma resposta às reclamações feitas por União Europeia e Japão. Envolve ainda subsídios à indústria automobilística e a empresas exportadoras. O governo diz que vai recorrer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *