Superfaturamento de serviços causa prejuízo de R$ 6 milhões à prefeitura

FONTE: O SUL
Segundo investigação da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Administração Pública e Ordem Tributária (Deat), o serviço de retirada de árvores e de entulhos para preparar lotes para a construção de dois condomínios em Porto Alegre causou um prejuízo de R$ 6 milhões aos cofres públicos.

A investigação teve início em junho do ano passado, a partir do recebimento de documentação do Ministério Público de Contas do Estado, na qual foram apontadas irregularidades nos Loteamentos Bom Fim e Irmãos Maristas, cujo objeto foi licitado e adjudicado à empresa ora investigada.

Ao todo, estão sendo cumpridos 16 mandados de busca e apreensão em Porto Alegre, Viamão, Osório, Cachoeirinha e Canguçu. A ação visa localizar documentos que possam ser agregados às provas já reunidas e, conforme a polícia, comprovar eventual acordo entre os então gestores da autarquia, servidores públicos municipais e empresários contratados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *