Votação do segundo turno da reforma da Previdência ficará para agosto

FONTE: O SUL

Na última sexta-feira (12), após o primeiro turno da análise da proposta ser finalizado, o texto que passou pela comissão especial está pronto para ser analisado no plenário da Câmara em segundo turno. A etapa fica para depois do recesso parlamentar, que começa nesta quinta (18).

Preocupado com a possibilidade de quórum baixo, para a votação nesta semana, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, definiu a data do segundo turno somente para o dia 6 de agosto. De acordo com ele, a ideia é também evitar as pressões para que os parlamentares mudem de ideia.

No segundo turno, os deputados não podem alterar mais nada no texto a ser analisado. Nessa etapa, serão votadas as chamadas “emendas supressivas”, que retiram trechos do texto. Caso aprovada em segundo turno, passará para o Senado. Lá, o texto irá para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e depois para o plenário. A votação também acontecerá em dois turnos: para que a reforma seja aprovada, serão necessários ao menos 49 votos – o que significa a aprovação de 60% dos senadores – nas duas ocasiões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *