A instituição de ensino, que é uma iniciativa do Sistema Fiergs, através do Sesi, foi erguida em terreno doado pelo governo do Estado - Foto: Daniela Barcellos/Palácio Piratini

Sartori inaugura escola em terreno doado pelo Estado em Sapucaia

O governador José Ivo Sartori participou da inauguração da Escola de Ensino Médio Sesi Arthur Aluízio Daudt, uma instituição voltada a preparar profissionais para o mundo do trabalho, alinhada à excelência acadêmica. O evento ocorreu nesta segunda-feira (22), em Sapucaia do Sul, região da Grande Porto Alegre.

“O Estado sozinho não dá conta de tudo, por isso acreditamos nas parcerias com a iniciativa privada”, afirmou o governador, lembrando que o governo estadual foi parceiro da ação através da cedência da área onde a escola foi construída.

A doação definitiva do terreno por parte do Estado e que possibilitou a concretização do projeto ocorreu no início de 2015 e, por isso, o governador foi homenageado por autoridades, empresários e estudantes. Acompanhado dos secretários da Educação, Vieira da Cunha, e da Cultura, Victor Hugo, Sartori visitou as instalações. O prefeito do município, Wilmar Ballin, acompanhou a atividade.

A escola em Sapucaia, cujas aulas começaram neste dia 22, é uma iniciativa do Sisterma Fiergs, através do Sesi-RS (Serviço Social da Indústria) e está localizada na Rua Lúcio Bitencourt, 1.080. No primeiro ano, serão cem alunos, divididos em quatro turmas. As aulas são realizadas em salas-ambiente específicas para cada área da aprendizagem: linguagens, matemática e ciências humanas, laboratórios de ciências da natureza e infraestrutura para teatro e música, com mesas que proporcionam a composição de grupos com perspectiva colaborativa.

“Na nossa visão, a educação de qualidade deve ser tratada como imprescindível para o futuro do Estado. A construção de uma sociedade mais justa e desenvolvida passa por um sistema educacional forte, efetivo e eficiente”, ressaltou o presidente da Fiergs, Heitor José Müller.

Inovação, responsabilidade e sustentabilidade

Além das disciplinas tradicionais, o currículo inclui robótica, empreendedorismo, educação financeira e oficinas para o mundo do trabalho, essa em parceria com o Senai-RS. A escola foi construída para atender, em tempo integral, jovens, filhos de trabalhadores da indústria, inspirada nas melhores práticas de escolas nacionais e internacionais. A proposta pedagógica estimula a inovação, criatividade, responsabilidade social e sustentabilidade. Com turno estendido, são aproximadamente 5 mil horas de estudo e carga horária semanal de 30 horas para os professores.

Texto: Anamaria Bessil, de Sapucaia do Sul
Edição: Cristina Lac/Secom 

Fonte: RS.GOV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *