Foto: Helena Cardoso

Semmam investiga morte de peixes no Arroio Peão

Uma equipe da Secretaria de Meio Ambiente (Semmam), com apoio do Grupamento Ambiental da Guarda Civil Municipal (GCM), retornou hoje pela manhã (19) no trecho do Arroio Peão no bairro Feitoria e Lomba Grande onde, desde domingo, começaram a aparecer peixes mortos. Segundo o diretor de processos administrativos João Batista Chaves, no local técnicos encontraram peixes como o jundiá de grande porte que é comum no rio e não em arroios como o Peão.  “Ele pode até subir os arroios em épocas de cheia, mas estamos em período de pouca água no sistema hidrográfico. Iremos analisar o que pode ter ocorrido.”

 

Conforme a agente de fiscalização ambiental da Secretaria, Helena Cardoso, o local possui um grande descarte de esgoto doméstico e foi percebido um pouco de óleo na lâmina d´água. “Como há pouca água e é grande a quantidade de esgoto, pode ter diminuído o oxigênio diluído na água ocasionando a morte. Mas ainda precisamos analisar para saber o que pode estar ocorrendo”, explica ela, garantindo que o local continuará a ser monitorado.

 

Os primeiros peixes começaram a aparecer mortos no domingo após denúncia de um morador do local. A Semmam foi informada na segunda-feira quando uma equipe esteve no local e constatou que os peixes que apareceram mortos não costumam ser encontrados em grande quantidade e nem grande porte no arroio. O biólogo e diretor de Fiscalização da Semmam, Eduardo Mattes, que acompanhou a equipe, ressaltou que se algo foi jogado no arroio este já chegou ao Rio dos Sinos.

 

Departamento de Comunicação -Decom

Fonte: Prefeitura SL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *