Após denúncia, Semmam apreende pássaros e materiais de uso veterinário

Dezessete pássaros silvestres, seringas, frascos de remédios veterinários controlados, alçapões, ninhos, rede de caça e até estruturas de espingardas artesanais foram apreendidos hoje (11) em uma ação conjunta entre a Secretaria de Meio Ambiente (Semmam) e o Grupamento Ambiental da Guarda Civil Municipal (GCM) no bairro Duque de Caxias, em São Leopoldo. Por meio de uma denúncia anônima feita pelo telefone 153 à Guarda Municipal, as equipes puderam libertar os animais das espécies canário-terra, coleirinho, azulão, periquito, trinca-ferro e cravinha. Eles foram levados para o Parque Zoológico de Sapucaia onde passaram por uma triagem e em seguida soltos na natureza.

 

Conforme o inspetor da Guarda Emerson Luís dos Anjos, ao chegar ao local da denúncia os fiscais puderam comprovar toda a estrutura de caça, apreensão e venda de pássaros silvestres. “Encontramos até troféus de participação em campeonatos de aves em 2008, 2009. Isso prova que a prática de criação ilegal vem há anos”, diz ele, que, durante a ação, contou com a ajuda dos colegas Odin Rodrigues e Nilton César de Oliveira. Todo o material foi levado à 1ª Delegacia de Polícia onde foi registrado um Boletim de Ocorrência (BO).

 

Segundo a agente de fiscalização ambiental da Semmam, Helena Cardoso, que também acompanhou a ação, o porte de armas é um crime passível de fiança. No entanto, o crime ambiental é inafiançável. “Estamos em uma época de reprodução das aves. Acredito que as pessoas estão se conscientizando de que os animais silvestres precisam estar em liberdade”, diz ela, lembrando que as denúncias estão sendo feitas com mais frequência nos últimos meses. Para denunciar basta ligar para o número 3562-6800 ou pelo Fala São Leo através do 156.

 

Departamento De Comunicação -Decom

Fonte: Prefeitura SL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *