Avião ucraniano com mais de 170 pessoas a bordo cai no Irã

FONTE: O SUL

Um Boeing 737 caiu no Irã, na manhã desta quarta-feira (08), pouco depois de decolar do aeroporto internacional Imam Khomeini, em Teerã, capital do país. A Organização de Aviação Civil iraniana informou que havia 167 passageiros e nove tripulantes na aeronave. Não há sobreviventes.

O voo 752, da Ukraine International Airlines, decolou com quase uma hora de atraso, às 6h12min (no horário local), e tinha como destino o aeroporto internacional Boryspil, em Kiev, na Ucrânia.

Segundo o governo ucraniano, no voo havia pessoas de sete nacionalidades: 82 do Irã, 63 do Canadá, 11 da Ucrânia (nove tripulantes), dez da Suécia, quatro do Afeganistão, três do Reino Unido e três da Alemanha.

A queda teria sido causada por problemas técnicos. O motivo do acidente será investigado pela companhia aérea ucraniana, pela Boeing e por autoridades da Ucrânia e do Irã.

O presidente ucraniano Volodimir Zelenski alertou contra a “especulação” sobre a tragédia. “Peço a todos que evitem especulações e versões não verificadas da catástrofe”, afirmou. Horas antes, a embaixada ucraniana descartou “a tese de um ataque terrorista” e disse que o acidente foi devido à “falha de um motor de avião”.

A tragédia aconteceu poucas horas após o Irã ter disparado mísseis contra duas bases aéreas que abrigam tropas dos EUA no Iraque, em resposta à morte do general Qassem Soleimani.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *