Carnaval 2016 São Leopoldo

Carnaval 2016 será mais enxuto, mas sem perder a grandiosidade

 

Um carnaval mais enxuto, mas que consiga traduzir a grandeza da maior festa popular do Brasil. A Secretaria de Cultura está fazendo uma série de reuniões com a Associação das Entidades Recreativas, Culturais e Carnavalescas de São Leopoldo para levar para a avenida as escolas de samba. No entanto, o desfile oficial ainda depende de uma série de costuras para se chegar ao acabamento desejado, principalmente ajustes legais para a oficialização do convênio com a entidade carnavalesca, o que deve acontecer na semana que vem, e busca de patrocínio junto à iniciativa privada.

“Temos que lembrar as dificuldades financeiras que o Município atravessa e que precisamos garantir os serviços essenciais e de infraestrutura à comunidade. Por isso, mesmo com a recente aprovação da Câmara de Vereadores de liberar R$ 300 mil para o Carnaval 2016, decidimos limitar em R$ 100 mil a utilização deste recurso. Ou seja, vamos aplicar 33% do valor pretendido e que será compartilhado entre as escolas e para pagar os custos de infraestrutura”, explica o secretário Luís Arthur de Bitencourt.

 

OPINIÕES DIVERGENTES – “Em 2015 não tivemos o desfile de Carnaval, porque a verba requerida estava fora da nossa realidade financeira. Agora, a condução para a realização da festividade é coesa e em parceria. Entramos em entendimento com a Associação Carnavalesca de fazer um Carnaval menor, de acordo com as nossas finanças. Realizar o evento sempre foi a nossa intenção, porém ainda não dá para planejar uma festividade exorbitante”, declarou. O secretário sabe que a decisão de realizar o evento não terá unanimidade. Segundo ele, no ano passado as opiniões também foram divergentes, enquanto uns defendiam a festa outros apoiaram a não realização.

Conforme Bitencourt, a data escolhida, 27 de fevereiro, é apenas um ponto de partida, porém o calendário ainda não é definitivo, assim como o número de agremiações que devem mostrar o samba no pé na Avenida Dom João Becker. Ainda há muitos ajustes devido aos escassos recursos, condicionante até mesmo para uma possível escolha da Corte do Carnaval. “Estamos à procura de empresas parceiras para a realização do evento. E a escolha do Rei Momo, rainhas e princesas acontecerá somente se encontramos um apoiador” declarou a presidente da  Associação das Entidades Recreativas, Culturais e Carnavalescas de São Leopoldo, Eloisa Moraes. Mas uma coisa é certa: o desfile oficial de Carnaval será aberto ao público.

 

Juliane Kerschner

Departamento de Comunicação – DECOM

Orientada por: Márcia Greiner

 

Fonte: Prefeitura SL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *