Cidades atingidas por temporal de domingo têm prejuízos em função da falta de energia.

FONTE G1//O temporal que atingiu o Rio Grande do Sul no último domingo (1) afetou 61 municípios, segundo levantamento da Defesa Civil divulgado nesta quinta-feira (5). Alguns deles ainda sofrem com a falta de energia provocada pelas chuvas e os ventos. A situação é particularmente grave para os pequenos empresários e produtores rurais, que têm sua produção prejudicada.

Em Imigrante, cidade localizada no Vale do Taquari, 150 quilos de carnes que seriam usadas para fazer salame foram parar no lixo. Para evitar mais prejuízo, um gerador foi alugado. Segundo a empresária Andressa Cristina Rabaiolli, o valor perdido chega a R$ 3 mil reais.

Em toda a cidade, estima-se que a falta de luz tenha chegado a R$ 800 mil.

A falta de luz que prejudica a indústria também interrompeu o fornecimento de água. Sem energia elétrica, os 14 poços artesianos que abastecem as residências ficaram sem funcionar por dois dias. Pra que o abastecimento de água fosse normalizado a prefeitura precisou alugar dois geradores.

A mesma situação ocorre no município de Jóia, no Noroeste do Estado. Lá, não há previsão para retorno de energia. Por isso, os produtores de leite estão tendo que colocar o leite fora. Na propriedade de Adenilson Souza, 1,3 mil litros de leite já foram descartados e outro 1 mil que ficaram sem resfriamento serão destinados aos animais. “É um baita prejuizo, já que o leite não vale mais nada pra nós agricultores”, lamenta ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *