Vários procedimentos foram realizados para desvirar a embarcação | Foto: Mauro Schaefer

Cisne Branco tem instalação de flutuantes de ferro para ajudar na retirada

Vários procedimentos foram realizados para desvirar a embarcação

 

O processo de recuperação do barco turístico Cisne Branco teve mais um passo nesta terça-feira com a instalação de quatro flutuantes de ferro, de 17 metros de comprimento. As estruturas formarão um dique destinado a facilitar a retirada da água ainda existente dentro da embarcação, o que vai trazê-la ao patamar adequado de navegação. Desde o vendaval ocorrido em Porto Alegre, dia 29 de janeiro, quando submergiu completamente, vários procedimentos foram realizados para desvirar a embarcação e colocá-la no prumo.

Procedimento de desvirar o Cisne Branco é concluído

“Com sete metros de altura, o barco ainda está dois metros e meio abaixo do nível ideal, em razão da quantidade de água em seu interior. Cerca de 120 bombas foram colocadas para dar vazão. Com o reforço dos flutuantes, a suspensão deve ser agilizada”, explica Mariângela Amorim, assessora de imprensa da administradora do Cisne Branco.

O processo de retirada da água não tem previsão de término pois precisa obedecer critérios que não danifiquem o casco. Depois de concluído, o barco será encaminhado à restauração, que deve incluir a troca total de mobiliário e equipamentos.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *