Corpo de mulher morta por ex-marido é velado e sepultado em Taquara.

FONTE G1//O corpo da mulher morta a tiros pelo ex-marido em Taquara, na Região Metropolitana de Porto Alegre, na tarde de quarta-feira (13), foi velado e sepultado pelos familiares nesta quinta-feira (14), no Cemitério Municipal. A mãe de Rosane Mioranca Carrão, de 38 anos, precisou de amparo para permanecer no local.

Segundo a polícia, a vítima foi morta quando saía do ateliê de calçados onde trabalhava. Ela estava acompanhada da filha de 16 anos, que ainda tentou defender a mãe, mas não conseguiu impedir que homem com quem foi casada por 22 anos e teve três filhos atirasse ao menos quatro vezes contra Rosane.

“Ele errou o primeiro, mas os outros quatro, segundo o delegado, acertou todos”, recorda o torneio mecânico José Ademir Cordeiro. “Ele chutou umas quantas vezes a cabeça dela. Pelo menos umas duas eu vi, e puxou o gatilho ainda depois de a arma estar descarregada”, completa.

O ateliê onde Rosane trabalhava não abriu as portas nesta quinta, em luto. A proprietária do estabelecimento, Rosa Regina dos Santos, conta que a funcionária era uma pessoa tranquila e feliz. “Nos últimos dias, ela não estava mais tão alegre, estava triste, e aí comentou que estava recebendo ameaças dele [marido]”, lembra.

Colega de Rosane no ateliê, a auxiliar administrativa Bruna Beck acrescenta: “Estava mais apreensiva, acho que com medo mesmo […] Na segunda, ela chegou me ligou pedindo para imprimir as mensagens do telefone dela. Ela foi à delegacia, deu a queixa, e eles queriam por escrito”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *