Emissão de notas eletrônicas tem variação positiva no Rio Grande do Sul

FONTE: O SUL

A Receita Estadual divulgou na quarta-feira (02) a 23ª edição do Boletim sobre os impactos da Covid-19 nas movimentações econômicas dos contribuintes de ICMS do Rio Grande do Sul.

O documento está disponível no site da Secretaria da Fazenda e no Receita Dados (portal de transparência da Receita Estadual). A publicação apresenta a evolução dos indicadores de emissão de notas eletrônicas em geral e por atividade (indústria, atacado e varejo), com visão semanal entre o período de 16 de março, quando foram adotadas as primeiras medidas de quarentena pelo governo, e a última sexta-feira (28).

O valor médio diário de emissão de notas eletrônicas (NF-e e NFC-e) na última semana, entre 22 e 28 de agosto, foi 2,2% superior ao período equivalente de 2019. Essa foi a sétima semana consecutiva de variações positivas no indicador, reforçando a tendência de retomada das atividades econômicas.

Entre o final de março e o início de abril, o resultado chegou a ser de -31,5%. No acumulado do período de análise, entre 16 de março e 28 de agosto, a redução agora é de -4,3%, representando que cerca de R$ 80 milhões deixaram de ser movimentados, em operações registradas nas notas eletrônicas, a cada dia.

Em relação às vendas médias por atividade, a Indústria alcançou sua quarta semana seguida de variação positiva, com desempenho de +6,4% na última semana, sempre comparando a períodos equivalentes de 2019. Com isso, a queda acumulada (16/3 a 28/8) da atividade industrial agora é de -6,1%.

O Atacado, que tem o melhor resultado acumulado (+3,2%), teve queda de -4,7% nas vendas na última semana, contrastando com seis semanas anteriores de desempenho positivo. Nesse caso, o desempenho da semana equivalente de 2019 foi superior à média das semanas anteriores do ano, impactando a variação. A atividade varejista, por fim, registrou aumento de 2,3%, fazendo com que o resultado acumulado agora seja de -9,2%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *