Festa do Pêssego deste ano será no Centro Histórico de Porto Alegre

FONTE: O SUL

Prestes a chegar à 35ª edição, a tradicional Festa do Pêssego de Porto Alegre ganha um novo endereço. Neste ano, o evento ocorrerá no Largo Glênio Peres, no Centro Histórico, com pelo menos oito bancas de produtores disponíveis entre os dias 15 e 24, sempre das 8h às 19h.

A abertura oficial da colheita será celebrada nesta terça-feira (12) na propriedade de Valdomiro dos Santos, que fica na Estrada Cristiano Kraemer, 2369 – bairro Campo Novo. A propriedade tem 3,5 hectares cultivados com mil árvores frutíferas de pêssegos, ameixas, uvas e nectarinas.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Eduardo Cidade, o objetivo da mudança para o Centro Histórico é valorizar o evento é dar ainda mais evidência à cultura do pêssego – atividade que ocupa pelo menos 20 hectares na Zona Rural de Porto Alegre.

“Até hoje, a Festa do Pêssego costumava ser realizada na Zona Sul, mais próxima das áreas produtoras. Mas nós entendemos que chegou a hora de trazê-la para o coração da cidade, ao lado de um dos principais símbolos da nossa diversidade econômica e cultural, que é o Mercado Público”, explicou.

Cidade conta que os organizadores vinham encontrando dificuldades para realizar a programação em seu local tradicional, na Zona Sul. Nesse contexto, a SMDE (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico) entendeu que a transferência para o Centro Histórico seria uma boa oportunidade para contornar os impasses e, ao mesmo tempo, valorizar o evento.

A Festa do Pêssego é também um meio de comercialização direta do produtor para o consumidor, o que contribui para proporcionar alimentos de alta qualidade a preços competitivos. “Nossa cidade é uma das maiores produtoras de pêssego de mesa do Brasil. É muito importante que tenhamos estes espaços de comercialização, tanto para o escoamento da produção quanto para a oferta de um alimento de qualidade”, declarou o coordenador de Fomento de Atividades da SMDE, Oscar Pellicioli.

Aumento na colheita

Para este ano, a Emater-RS prevê que a colheita de pêssego em Porto Alegre deverá atingir 125 toneladas – o que representa um crescimento de 4% em relação à safra passada. A primeira Festa do Pêssego da Capital foi organizada em 1984 por um grupo de produtores interessados em ampliar o mercado consumidor e incentivar a fruticultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *