Governador José Ivo Sartori assinou termo aditivo sobre o início das operações e para ampliação do empreendimento - Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini

Foton de Guaíba será base exportadora de veículos para América Latina

O governador José Ivo Sartori assinou, na manhã desta quinta-feira (10), em ato na prefeitura de Guaíba, novo termo aditivo ao contrato da Foton Caminhões, que construirá fabrica no terreno que seria destinado à Ford. O documento prorroga o prazo de início das operações para o primeiro semestre de 2017 e amplia o projeto com a inclusão de uma nova linha de montagem, para a produção de Vans e SUVs. Com a ampliação, a unidade de Guaíba será a base exportadora da montadora para América Latina, principalmente para Argentina. O investimento vai gerar 300 empregos diretos e mil indiretos.

“O Rio Grande do Sul vive um dos momentos mais críticos de sua história. Para o nosso governo, o enfrentamento dessa situação tornou-se prioridade. Sabemos que essa crise vai passar. Por isto, estamos dando um novo tratamento para a promoção do desenvolvimento, onde o Estado assume um papel de agente facilitador e estimulador de investimentos”, afirmou Sartori.

O presidente do conselho da Foton, Luiz Carlos Mendonça de Barros, afirmou que o BNDES aprovou o empréstimo de R$ 65 milhões, destinado à construção da fábrica, que terá capacidade de produção de 20 mil caminhões por ano. Barros anunciou que, em abril, uma comitiva chinesa de diretores da Foton virá ao estado para oficializar a ampliação da linha de montagem. “Este o único projeto industrial chinês no Brasil”, afirmou Barros.

Enquanto aguarda a construção da fábrica própria e com o objetivo de manter rigorosamente seus planos de produção de veículos comerciais no Brasil ainda este ano, a Foton produzirá seus caminhões de 3.5 e 10 toneladas nas instalações industriais da Agrale, em Caxias do Sul.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco, saudou o trabalho coletivo que possibilitou a confirmação e ampliação do investimento de R$ 250 milhões. “Nosso papel é criar novas oportunidades para estimular a retomada do desenvolvimento do estado, com agilidade, eficiência e responsabilidade”, afirmou. O prefeito de Guaíba, Henrique Tavares, lembrou do estigma da Ford e disse que a confirmação do investimento da Foton “dá mais segurança ao município”. O secretário da Fazenda, Giovani Feltes, também assinou o termo aditivo.

Foton

O protocolo de intenções entre o RS e a Foton foi assinado em agosto de 2013 e, em novembro de 2014, foi firmado o primeiro termo aditivo. Inicialmente seriam produzidos caminhões de 3.5t até 24t, e mais tarde, após cinco anos, os modelos extrapesados até 45t. Agora também serão construídos Vans e SUVs.

Do valor total de R$ 250 milhões do empreendimento, R$ 160 milhões são para a construção da fábrica, numa área de 190 metros quadrados, e o restante será investido em uma nova área de desenvolvimento de produtos.

O início das operações estava previsto para o primeiro semestre deste ano, mas com o atraso no financiamento do BNDES de R$ 65 milhões, a previsão passou para metade de 2017. Já foram feitas as obras de terraplanagem, fundações e estaqueamento do prédio principal.

O projeto faz parte do programa Inovar Auto, da Secretaria da Fazenda, que possibilita o diferimento de 30 pontos de IPI na importação de veículos, mediante a instalação de fábrica no Brasil e a produção com 65% de conteúdo nacional. A Foton já tem licença ambiental para instalação. A montadora chinesa iniciou as atividades no Brasil em 2010.

 

Fonte: RS.GOV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *