Homem matou moradores de rua porque ‘não gostava’ deles, afirma delegada de Porto Alegre.

FONTE G1//Um homem foi preso na tarde de terça-feira (14), por dois assassinatos e uma tentativa no dia 25 de setembro na Zona Norte de Porto Alegre. Ele abriu fogo contra três moradores de rua que dormiam sob uma marquise, próximo de sua casa, no bairro Itu Sabará. Segundo a delegada Luciana Smith, o suspeito cometeu o crime porque “não gostava” das vítimas.

Dois moradores de rua morreram. O terceiro, que sobreviveu, mas ficou paraplégico, foi quem apontou a identidade do suspeito. Junto com o homem que disparou contra as vítimas estavam ainda outras duas pessoas, cuja identidade ainda é investigada pela polícia. A arma do crime não foi localizada, e o suspeito ainda não prestou depoimento.

Segundo Luciana, o crime teve motivação torpe. “A gente apurou que o autor implicava os moradores. Um deles, de apelido ‘Lágrima’, não aceitava as provocações, e revidava”, esclarece. “Possivelmente, ele não gostava dos moradores”, afirma a delegada.

Na noite do crime, o suspeito chegou ao local tripulando o próprio carro, e perguntou pelo ‘Lágrima’, antes de iniciar os disparos. Ainda não se sabe se ele premeditou matar os outros também, ou se decidiu na hora.

A delegada solicita que, se alguém souber sobre os outros dois envolvidos no crime, que passe informações para a Polícia, via Disque Homicídio, no número 0800-6420121, sob a condição de anonimato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *