Hospital de São Leopoldo demite dois funcionários após morte de criança por meningite

FONTE: O SUL

O Hospital Centenário de São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, demitiu dois funcionários após as investigações sobre a morte de uma criança de 2 anos por meningite. Além da demissão de uma médica pediatra socorrista e de um enfermeiro, uma técnica de enfermagem foi suspensa por 15 dias, e um médico pediatra e outra técnica de enfermagem receberam advertências.

A criança chegou ao hospital em março deste ano e morreu no mesmo dia por meningite B. De acordo com a direção do hospital, funcionários foram afastados um mês após a morte da criança para a conclusão da Sindicância Administrativa Investigativa, que foi instaurada para apurar as responsabilidades do atendimento à vítima. Nesta sexta-feira (6), as investigações por parte da sindicância foram concluídas. A Polícia Civil segue na investigação do caso.

Nessa semana foi confirmado um caso de doença meningocócica do tipo C em Porto Alegre, em uma aluna de 15 anos de uma escola da rede estadual. Em consequência de boatos de um possível proliferação da bactéria, nesta quinta-feira (5) a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) garantiu que Porto Alegre não enfrenta um surto de meningite. De acordo com a divulgação da Prefeitura, há estoque da vacina Meningo C nas unidades de saúde desde quando a dose entrou no calendário oficial da rede pública, no ano de 2010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *