Iara Cardoso vai propor a Carta da Paz

Vem aí a Carta da Paz, um documento que vai estabelecer as regras de condução e convivência na Câmara Municipal em 2016 nas rotinas diárias e, principalmente, nas sessões ordinárias. Depois de um ano conturbado na casa legislativa, marcado por sessões tumultuadas, com atritos e desavenças entre poderes, vereadores, cargos de confiança, servidores e militantes e com episódios em que até a violência foi protagonista necessitando de força policial para controlar a ordem, a expectativa para 2016 é que a harmonia não seja um recurso, mas uma determinação nas sessões do legislativo.

Para criar o documento a presidente da Câmara, Iara Cardoso (SDD), pretende reunir nos primeiros dias de fevereiro representantes de partidos políticos, bancadas, segurança, sociedade civil, servidores para discutir ações e regras de convivência e garantir a ordem, a segurança e um melhor aproveitamento das discussões. ‘’Precisamos contornar desavenças, superar obstáculos, a Carta da Paz será uma maneira de administração democrática no legislativo. A Câmara é uma instituição que merece respeito, é um lugar para debates, mas não para grenalização, aqui é o tambor da comunidade, é aqui que chegam os principais problemas da cidade, os anseios da comunidade, aqui é lugar de diálogo, não de brigas’’, salientou.

Fonte: Câmara SL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *