Máscara obrigatória ganha terreno na Europa por causa do coronavírus

FONTE: O SUL

O uso obrigatório da máscara para lidar com o coronavírus começa a ganhar terreno nas cidades da Europa, especialmente na França e na Holanda, diante de um aumento descontrolado da pandemia que já causou mais de 700.000 mortes em todo mundo.

Desde seu surgimento na China, em dezembro passado, a pandemia deixou 700.489 mortos no mundo, com mais de 18,5 milhões de casos de contágio. Cerca de metade desses óbitos estão concentrados em quatro países: Estados Unidos (156.806), Brasil (95.819), México (48.869) e Reino Unido (46.299).

O número de mortos pela Covid-19 dobrou desde 26 de maio e, em menos de três semanas, outras 100.000 mortes foram registradas. A Europa continua sendo a região mais afetada, com mais de 211.000 falecimentos.

Para tentar conter o avanço do vírus, a máscara será obrigatória a partir desta quarta-feira (05) no exterior, nas áreas mais frequentadas de cidades da França, como Toulouse (sudoeste). A medida em breve se estenderá a Paris e a outras cidades, anunciaram as autoridades.

Na França, o órgão científico que assessora o governo considerou “altamente provável que uma segunda onda epidêmica seja observada no outono, ou no inverno” (primavera e verão no Brasil).

“O vírus circula de forma mais ativa, com uma perda acentuada das medidas de distanciamento e de segurança: o equilíbrio é frágil e, a qualquer momento, podemos passar para um cenário menos controlado, como na Espanha, por exemplo”, alertou o Conselho Científico na terça-feira (04).

Também a partir desta quarta-feira, a máscara será obrigatória no famoso Bairro Vermelho de Amsterdã e nos bairros comerciais de Roterdã. Já o governo irlandês decidiu prorrogar a última fase de seu desconfinamento, como a reabertura de todos os “pubs”, bares e hotéis. Máscaras serão obrigatórias nas lojas e nos shopping centers a partir de 10 de agosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *