Motorista de van escolar é indiciado por morte de adolescente em Catuípe

FONTE: O SUL
O inquérito final do caso Maria Eduarda – adolescente de 15 anos que foi morta pelo motorista da van escolar, em Catuípe — foi enviado à Justiça nesta segunda-feira (27). O motorista, de 52 anos, foi indiciado pela Polícia Civil por homicídio qualificado e estupro agravado.

O agravo ocorreu pela idade que a menina tinha e pelo fato do agressor ter autoridade sobre ela, por ser motorista escolar. A polícia apontou que houve motivo torpe (desprezível), com emprego de asfixia e recurso que dificultou a defesa da vítima, além de ter sido cometido para assegurar impunidade de crime anterior, o estupro. Por isso, houve o indiciamento por homicídio qualificado.

Os laudos periciais confirmaram que Maria Eduarda foi estuprada e morta por asfixia. Também há a comprovação de que houve confronto e que o homem matou a garota porque ela se recusou a ter relações com ele.

Além dos indiciamentos, a polícia também entregou à Justiça um pedido de conversão da prisão temporária para preventiva.

Compartilhe:Share via FacebookShare via TwitterShare via WhatsAppShare via Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *