Novo Hamburgo terá drive-thru de vacinação contra a Covid neste sábado

FONTE: O SUL

Os hamburguenses terão mais uma oportunidade de se vacinar contra a Covid neste sábado (13), das 8h às 13h, em drive-thru no estacionamento da prefeitura, na Rua Guia Lopes, 4201, no bairro Canudos. Serão vacinadas pessoas em carros e que chegarem a pé.

Serão aplicadas, exclusivamente com o imunizante da Pfizer, a primeira, segunda e terceiras doses aos públicos abaixo. Quem tomou a primeira dose da Pfizer há oito semanas, já pode receber a segunda dose, tendo em vista a redução do intervalo entre doses de 12 para 8 semanas.

Quem pode se vacinar

Primeira dose

Será aplicada em adolescentes de 12 anos ou mais, que devem estar acompanhados pelos responsáveis. É preciso apresentar documento com foto ou certidão de nascimento. Já as pessoas de 18 anos ou mais devem apresentar documento com foto.

Segunda dose

Será para quem tomou a primeira dose até o dia 18 de setembro ou antes do imunizante da Pfizer. É necessário apresentar para completar o esquema vacinal o comprovante da primeira dose e documento com foto.

Com a autorização do governo do Estado de aplicar a segunda dose com Pfizer para quem tomou primeira com AstraZeneca, também será aplicada a segunda dose em pessoas que receberam a primeira dose da AstraZeneca no município até o dia 18 de setembro ou antes. É necessário apresentar para completar o esquema vacinal comprovante da primeira dose e documento com foto.

Terceira dose (dose de reforço)

É destinada a pessoas com 60 anos ou mais que receberam a segunda dose de qualquer imunizante até o dia 14 de maio ou antes. Também podem se vacinar pessoas de qualquer idade com alto grau de imunossupressão que receberam a segunda dose de qualquer imunizante há 28 dias.

Os idosos devem apresentar a seguinte documentação: comprovante da segunda dose e documento com foto. Já as pessoas com imunossupressão devem apresentar laudo médico, além de comprovante da segunda dose e documento com foto.

Também poderão receber a terceira dose todos os profissionais da saúde que receberam a segunda dose até o dia 14 de maio ou antes de qualquer imunizante e que trabalhem em estabelecimentos de assistência, vigilância à saúde, regulação e gestão à saúde, ou seja, em hospitais, clínicas, ambulatórios, unidades básicas de saúde, laboratórios, farmácias, drogarias, entre outros.

Entre eles, também estão trabalhadores de apoio a estes locais de saúde, como recepcionistas, seguranças, trabalhadores da limpeza, cozinheiros, auxiliares, motoristas de ambulâncias, gestores, entre outros.

Ainda poderão receber a dose de reforço os estudantes de graduação e pós-graduação das profissões de saúde desde que estejam em atividade de exposição ao coronavírus em razão de estágios curriculares e outras modalidades acadêmicas.

Imunossupressão

São consideradas pessoas com alto grau de imunossupressão nas seguintes condições:
– Imunodeficiência primária grave.
– Quimioterapia para câncer.
– Transplantados de órgão sólido ou de células-tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras.
– Pessoas vivendo com HIV/Aids.
– Uso de corticóides em doses de 20 mg/dia de prednisona ou mais, ou equivalente, por 14 dias ou mais.
– Pacientes em hemodiálise.
– Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto-inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias), em uso das seguintes drogas modificadoras da resposta imune: Metotrexato, Leflunomida, Micofenolato de mofetila, Azatiprina, Ciclofosfamida, Ciclosporina, Tacrolimus, 6-mercaptopurina, Biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, secukinumabe, ustekinumabe), Inibidores da JAK (tofacitinibe, baracitinibe e upadacitinibe).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *