PF deflagra nova fase da Lava Jato | Foto: Polícia Federal / Divulgação / CP

PF deflagra 22ª fase da operação Lava Jato: Triplo X

Agentes devem cumprir mandados em Santa Catarina e São Paulo.

 

A 22ª fase da operação Lava Jato foi deflagrada na manhã desta quarta-feira pela Polícia Federal (PF). O objetivo da ofensiva, denominada Triplo X, é cumprir seis mandados de prisão temporária, dois de condução coercitiva e 15 de busca e apreensão nas cidades de Joaçaba (SC), Santo André, São Bernardo do Campo e São Paulo (SP).

De acordo com a PF, este desdobramento da operação apura a existência de uma estrutura criminosa responsável por proporcionar a investigados a abertura de empresas off-shores e contas no exterior para ocultar e dissimular o produto dos crimes de corrupção, recursos oriundos dos delitos praticados na Petrobras.

A investigação apura ainda a ocultação de patrimônio por meio de um empreendimento imobiliário, sendo que uma das empreiteiras investigadas na Lava Jato teria se utilizado do negócio para o repasse de propina a agentes envolvidos no esquema criminoso dentro da Petrobras.

Crimes de corrupção, fraude, evasão de divisas e lavagem de dinheiro são investigados na Triplo X. Os presos serão conduzidos à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná.

Fases anteriores:

1ª fase (17/03/2014) – PF deflagra a Operação Lava Jato em sete estados e cumpre 130 mandados judiciais;
2ª fase (20/03/2014) – PF cumpre 6 mandados de busca e 1 de prisão temporária;
3ª fase (11/04/2014) – PF cumpre 16 mandados de busca, 3 de prisão temporária e 6 de condução coercitiva;
4ª fase (11/06/2014) – PF cumpre 1 mandado de busca e 1 mandado de prisão preventiva;
5ª fase (01/07/2014) – PF cumpre 7 mandados de busca, 1 de prisão temporária e 1 de condução coercitiva;
6ª fase (22/08/2014) – PF cumpre 15 mandados de busca e 1 de condução coercitiva;
7ª fase (14/11/2014) – PF cumpre 49 mandados de busca, 6 de prisão preventiva, 21 de prisão temporária e 9 de condução coercitiva;
8ª fase (14/01/2015) – PF cumpre 1 mandado de prisão preventiva;
9ª fase (05/02/2015) – PF cumpre 40 mandados de busca e apreensão, 18 de condução coercitiva, 3 mandados de prisão temporária e 01 de prisão preventiva;
10ª fase (16/03/2015) – PF cumpre 2 mandados de prisão preventiva, 4 de prisão temporária e 12 mandados de busca e apreensão. Etapa denominada “Que país é esse”.
11ª fase: (10/04/2015) – PF cumpre 7 mandados de prisão, 9 de condução coercitiva e 16 de busca e apreensão. Etapa denominada “A Origem”.
12ª fase: (15/04/2015) – PF cumpre 2 mandados de prisão preventiva e temporária, um de busca e apreensão e mais um mandado de condução coercitiva.
13ª fase: (21/05/2015) – PF cumpre seis mandados judiciais, sendo quatro de busca e apreensão, um mandado de condução coercitiva e um de prisão preventiva.
14ª fase: (19/06/2015) – PF cumpre 59 mandados judiciais, sendo 38 de busca e apreensão, nove de condução coercitiva, oito de prisão preventiva e mais quatro de prisão temporária.
15ª fase: (02/07/2015) – PF cumpre quatro mandados de busca e apreensão, além de um mandado de prisão preventiva. Etapa chamada de Conexão Mônaco.
16ª fase: (28/07/2015) – PF cumpre 30 mandados judiciais, sendo 23 mandados de busca e apreensão, dois mandados de prisão temporária e cinco mandados de condução coercitiva. Etapa denominada Radioatividade.
17ª fase: (03/08/2015) – PF cumpre 40 mandados judiciais, sendo 26 mandados de busca e apreensão, três de prisão preventiva, cinco de prisão temporária e seis de condução coercitiva. Etapa foi chamada de Pixuleco, termo usado para nominar a propina recebida em contratos.
18ª fase: (13/08/2015) – PF cumpre 11 mandados judiciais, sendo um de prisão temporária e 10 de busca e apreensão. Etapa foi chamada de Pixuleco II, termo usado para nominar a propina recebida em contratos.
19ª fase: (21/09/2015) – PF cumpre 11 mandados judiciais, sendo sete mandados de busca e a apreensão, um mandado de prisão preventiva, um mandado de prisão temporária e dois mandados de condução coercitiva. Etapa foi chamada de Nessum Dorma.
20ª fase: (16/11/2015) – PF cumpre 11 mandados de busca e apreensão, dois de prisão temporária e cinco de condução coercitiva. Etapa foi chamada de Corrosão.
21ª fase: (24/11/2015) – PF cumprem 25 mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão e seis de condução coercitiva. Etapa foi chamada de Passe Livre.

 

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *