Polícia Federal prende bacharel em Direito em Cachoeirinha

FONTE: O SUL

A PF (Polícia Federal) deflagrou, na manhã desta terça-feira (03), a segunda fase da Operação Egypto, denominada Escavações, que apura crimes de violação de sigilo funcional e organização criminosa no Rio Grande do Sul.

Os policiais federais cumpriram três mandados de busca e apreensão e um de prisão em Porto Alegre e Cachoeirinha. Um bacharel em Direito foi preso no município da Região Metropolitana.

A investigação indica que o homem, ligado a sócios da empresa Indeal, alvo da Operação Egypto, teria tentado obter informações antecipadas sobre eventuais medidas contra os sócios da companhia, que praticava o crime de pirâmide financeira, segundo as investigações.

Para isso, o homem teria recebido valores substanciais por meio de transferências em nome de terceiros, conforme a PF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *