Polícia intercepta negociação de drogas sintéticas em shopping na Capital

Dois homens foram presos em flagrante com ecstasy, LSD e MD, conhecido como champagne

Policiais da 1ª Delegacia de Investigação do Narcotráfico (DIN), do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), interceptaram na madrugada desta sexta-feira (18/03) uma negociação de drogas na zona Norte da Capital. Na ação, dois homens foram presos em flagrante.  Após os trâmites legais, os presos foram encaminhados ao sistema prisional gaúcho.

Segundo o delegado Guilherme Calderipe, dois homens,  jovens de classe média, que não possuíam antecedentes policiais, foram surpreendidos em flagrante no estacionamento de um shopping da zona norte da capital. Eles já vinham sendo monitorados pela Polícia há 30 dias. O local havia sido marcado para a negociação e distribuição da droga para outros traficantes.

Com eles foram apreendidos 720 comprimidos de ecstasy, 85 pontos de LSD, 16 gramas de MD (droga conhecida como “champagne”), quatro comprimidos de quetamina (special “k”) e três frascos de anestésico veterinário (líquido utilizado para a produção de quetamina). Também foi apreendido dinheiro em espécie, anotações, embalagens e contabilidade do tráfico.

Ressalta-se que nessa apreensão foram encontrados quinze (15) tipos de ecstays, ou seja, 15 formatos diferentes de comprimido. Estas drogas alcançariam no varejo uma soma de pelo menos 70 mil reais. A suspeita é a de que o produto fosse ser comercializado em festas rave neste final de semana em Porto Alegre. Um veículo foi apreendido e recolhido ao depósito oficial.

A equipe de investigação aguardou o momento exato para a abordagem dos investigados. Essa ação resultou na apreensão de quantidade expressiva de MD, uma das maiores já registradas pelo Denarc. Não são comuns apreensões desse tipo de droga sintética – salientou Calderipe

O diretor de Investigações, delegado Mario Souza, disse que “o trabalho dessa equipe faz parte de um conjunto de ações que já vinham sendo realizadas desde o mês de fevereiro”, e que “a prisão desses dois indivíduos representa a desarticulação de um esquema de distribuição de drogas sintéticas na capital e região metropolitana”.

Fonte: Prefeitura SL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *