Porto Alegre é referência em prêmio do Primeira Infância Melhor

FONTE: O SUL

O trabalho realizado em Porto Alegre foi uma das referências ao Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social, entregue na noite de quarta-feira (16), em Brasília, ao PIM (Primeira Infância Melhor), da Secretaria Estadual da Saúde. A iniciativa tem por objetivo identificar, certificar, premiar e difundir produtos, métodos, processos ou técnicas criados para solucionar algum tipo de problema social.

O PIM foi um dos oito vencedores de diferentes categorias pelo trabalho de visitações domiciliares a famílias visando ao desenvolvimento integral de crianças até os seis anos em situação de risco e vulnerabilidade social. Atualmente, no Rio Grande do Sul, são mais de 53 mil famílias, 58 mil crianças e 8 mil gestantes atendidas nos 238 municípios habilitados.

Durante o acompanhamento do processo de escolha, a equipe da Fundação BB realizou visitas à capital gaúcha, no mês de setembro. “Ficamos muito satisfeitos com a indicação do PIM Estadual para representarmos os municípios gaúchos junto à Fundação BB, é um grande reconhecimento aos avanços conquistados na cidade”, avaliou a coordenadora do programa na Capital, enfermeira Tatiane Bernardes.

Segundo ela, a iniciativa garante mais qualidade no atendimento às famílias, com metodologia, capacitações continuadas, atenção e trabalho em rede. Atualmente, Porto Alegre atende prioritariamente moradores dos bairros Mario Quintana, Rubem Berta, Ilhas, Bom Jesus, além da equipe itinerante do PIM Prisional. Conforme Tatiane, a escolha se justifica por serem regiões que abrigam crianças com alto grau de vulnerabilidade.

“Percebemos que há diversos registros de trabalho infantil, crianças envolvidas com o tráfico de drogas e muita gestação na adolescência. Dessa forma, ampliamos o vínculo e fortalecemos o atendimento em rede nas comunidades”, disse.

Atendimentos do PIM-PIA 

Em 2016, a Capital gaúcha atendeu 531 crianças e 36 gestantes, número que teve aumento nos anos subsequentes, conforme dados do Programa Primeira Infância Melhor – Porto Infância Alegre: em 2017, foram 629 crianças e 54 gestantes; em 2018, 776 crianças e 62 gestantes; e neste ano, de janeiro a setembro, 900 crianças e 105 gestantes.

As ações do PIM estão voltadas ao desenvolvimento integral das capacidades e habilidades físicas, sociais e emocionais dos ser humano, tendo com eixo a sustentação família, comunidade e intersetorialidade. Em Porto Alegre, é coordenado pela SMS (Secretaria Municipal de Saúde), que desenvolve as atividades em conjunto com as áreas de Educação, Assistência Social e Cultura. O público-alvo são crianças na faixa etária de zero a 5 anos e 11 meses e gestantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *