Sacos de arroz à venda em mercado. Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Porto Alegre tem a cesta básica mais cara do País

FONTE: O SUL

Em maio, o custo médio da cesta básica aumentou em 14 das 17 capitais brasileiras analisadas pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). A cesta mais cara foi a de Porto Alegre, onde o custo médio dos produtos básicos somou R$ 636,96.

Em seguida, aparecem São Paulo (R$ 636,40), Florianópolis (R$ 636,37) e Rio de Janeiro (R$ 622,76). A cesta mais barata foi verificada em Aracaju (R$ 468,43).

A capital que apresentou a maior alta no mês passado em relação a abril foi Natal (4,91%), seguida por Curitiba (4,33%) e Salvador (2,75%). Em Porto Alegre, o aumento foi de 1,73%. A cesta só ficou mais barata em Campo Grande (-1,92%) e Aracaju (-0,26%).

Com base na cesta básica mais cara, registrada em Porto Alegre, o Dieese estimou que o salário mínimo deveria ser de R$ 5.351,11, valor que corresponde a 4,86 vezes o piso nacional vigente atualmente, de R$ 1.100.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *