Porto Alegre, RS - 15/10/2019: O prefeito, Nelson Marchezan Júnior, participou na manhã desta terça-feira (15), no Salão Nobre do Paço Municipal, de apresentação da ferramenta de análise de fluidez do trânsito criada a partir de parceria do município com a Empresa 99. Foto: Ricardo Giusti/PMPA

Porto Alegre terá sistema inédito no País para qualificar trânsito

FONTE: O SUL

A Prefeitura de Porto Alegre apresentou, nesta terça-feira (15), a ferramenta Dashboard, desenvolvida pela empresa 99 em conjunto com EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), que fornece informações, em tempo real, sobre a situação do tráfego nas ruas. O mapa de fluidez informa a velocidade média das vias e o desempenho dos semáforos. Até o fim do ano, uma equipe da DiDi Chuxing, uma das maiores empresas de mobilidade do mundo, que adquiriu a 99, visita Porto Alegre para desenvolver um sistema de gestão inteligente de trânsito feito exclusivamente para a cidade, baseado nos dados da prefeitura e da 99. Será a única cidade do País a contar com esse sistema de inteligência artificial que fornece sugestões online de alterações de tempos das sinaleiras.

Hoje, 95% dos semáforos da Capital podem ser alterados remotamente da Central de Monitoramento da EPTC. Unir essa possibilidade com a ferramenta possibilitará tomadas de decisões mais eficientes. O prefeito Nelson Marchezan Júnior destacou como diferencial a cooperação entre a administração pública e a iniciativa privada, sem custos para o município. “A gente consegue alinhar o conhecimento específico e a capacidade da EPTC, com muita informação, dados e tecnologia de um setor que está evoluindo muito rápido. Nós da máquina pública estamos tentando aproveitar esse desenvolvimento em prol do interesse público”, complementou Marchezan.

“Teremos, em tempo real, instrumentos para minimizar os impactos dos congestionamentos e o principal: otimizar o tempo dos semáforos conforme a demanda daquele momento”, resumiu o diretor-presidente da EPTC, Fabio Berwanger Juliano. Porto Alegre será a única cidade no mundo, fora da China, a receber a ferramenta.

“Para a cidade significa intervenções mais assertivas dos agentes para verificar problemas na fluidez. Além disso, a ferramenta também vai fornecer um histórico online para comparar medidas implantadas, como as faixas exclusivas, por exemplo”, explicou o gerente de Inovação da EPTC, Augusto Langer.

“Porto Alegre foi uma cidade que se mostrou aberta, tem uma dose de vontade e capacidade institucional para receber a inovação, então firmamos um acordo de cooperação técnica em 2018 que possibilitou o desenvolvimento dessa ferramenta”, destacou o gerente de Políticas Públicas da 99, Miguel Jacob.

O Mapa de Fluidez apresentado pela 99 atende ao chamamento público EPTC 02/2017 cujo objetivo foi testar sistemas que permitam a visualização precisa dos deslocamentos dos veículos na cidade. Em março de 2018 a 99 entregou o primeiro conjunto de dados, que fornecia informações sobre os locais com mais altos índices de embarque e desembarque de passageiros durante as madrugadas, para nortear ações de educação no trânsito.

Também participaram do evento o gerente de Políticas Públicas e Pesquisa da Empresa 99, Miguel Jacob; vereador Moisés Barboza;; vice-presidente da Comissão Especial de Direito do Trânsito e membro da Comissão de Fiscalização do Exercício Profissional da OAB-RS, Elenita Bentz; gerente de Operações da Carris, Maria Ivete Gallas; diretor de Operações da EPTC, Paulo Ramires; diretor-técnico da EPTC, Marcelo Hansen; gerente de Inovação da EPTC, Augusto Langer; gerente de Controle e Monitoramento da EPTC, Vinicius Ross; gerente de Fiscalização e Trânsito da EPTC, Leandro Coelho; gerente de Transporte, Luciano Souto; coordenadora de Indicadores e Engenharia de Tráfego da EPTC, Júlia Freitas.

Mais tecnologia

A Prefeitura de Porto Alegre apresentou, em setembro deste ano, parceria para utilizar o aplicativo Waze for Cities para informar sobre alterações no trânsito. Além disso, a ferramenta passou a disponibilizar às autoridades gestoras de trânsito e a socorristas informações de apoio ao planejamento, como a velocidade média das vias e as ocorrências que são reportadas no aplicativo pelos usuários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *