Prefeitura de Esteio e quatro universidades desenvolvem estudo sobre os padrões do coronavírus

FONTE: G1RS

Um estudo inédito sobre a presença do coronavírus em Esteio, na Região Metropolitana de Porto Alegre, está sendo desenvolvido entre a prefeitura e quatro universidades do Rio Grande do Sul. A ideia é entender as mudanças e os padrões da doença.

A análise será desenvolvida por pesquisadores da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), da Unisinos e da Universidade Feevale.

Segundo o órgão, o levantamento vai realizar um estudo epidemiológico capaz de estimar a prevalência da infecção, acompanhar a evolução da doença, avaliar padrões moleculares virais por meio de sequenciamento genético e indicar evidências e estratégias para o fim do distanciamento social.

A proposta é realizar a testagem da população da cidade, junto à aplicação de um questionário, como forma de mapear e acompanhar o comportamento dos moradores em relação à Covid-19 e reportar o que aconteceu com os participantes do levantamento que testaram positivo para a doença.

Conforme o projeto da pesquisa, o levantamento de dados deve ter duração de dois meses, com realização de coletas pelos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) a cada 15 dias. A estimativa é abranger uma amostra com cerca de 2 mil participantes. A previsão é que o trabalho de campo inicie em maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *