Preparação de animais que disputam a 40ª Expointer se intensifica em todo RS

FONTE G1// Começa no próximo domingo (26) a 40ª edição da Expointer, realizada do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Marcada para terminar no dia 3 de setembro, serão nove dias de programação em uma das maiores mostras agropecuárias da América Latina.

Mais de 3 mil animais, das mais diversas regiões do Rio Grande do Sul, são esperados para esta edição. Poucos dias antes da abertura oficial da feira, o preparo e os cuidados com os bovinos, cavalos e ovinos foram itensificados. O segredo para que os animais sejam competitivos, independente das raças, são os cuidados que recebem muito antes do nascimento.

A Associação Brasileira de Criadores de Ovinos vai levar para Expointer deste ano 718 animais. Uma redução se comparar ao ano passado, quando 750 estiveram na feira. Mas mesmo assim, 13 raças vão participar da mostra.

Em um criatório tradicional de ovinos de Bagé, na Região da Campanha, os preparativos com os animais começam antes do nascimento. O cuidado começa na hora do acasalamento, e depois a manutenção é feita com alimentação e tratamento especial.

“Depois de todo esse ano de preparação, agora são só os detalhes para Expointer. Como arrumar a lã para o julgamento, tirar a sujeira. Arrumar os animais para chegar lá e eles estarem bem apresentados”, explica o produtor rural Manuel Gularte Sarmento.

A preparação é tão intensa que os borregos [filhotes], antes mesmo de completarem um ano, já pesam mais de 100 kg.

A cabanha de Manuel, como são chamadas as fazendas especializadas na criação e manutenção de animais, levam ovinos desde a primeira edição da feira. Para a veterinária da cabanha, o segredo para tantos anos de exposição está no trabalho feito pelos cuidadores.

“Muita dedicação e uma equipe de trabalho que goste do que faz”, conta Luísa Gularte Sarmento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *