Preso principal clonador de veículos do Estado e Região Sul

Policiais da Delegacia de Repressão ao Roubo de Veículos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DRV/DEIC), após três meses de investigações, prenderam um dos maiores clonadores de carros do Estado. O homem, de 40 anos, é morador da cidade de Canoas e tinha atuação em todo o Estado e região sul.

A ação iniciou-se no sábado pela manhã (21/05) e estendeu-se até este domingo (22/05) e faz parte da segunda fase da operação Aliança do Crime, em que foram presos 17 criminosos até o momento, responsáveis por roubos de veículos, clonagem, falsificações e estelionato na Cidade de Porto Alegre e região metropolitana.

Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e uma prisão temporária na cidade de Canoas, ocasião em que foram apreendidos os carros Chevrolet Montana e um Citroën C3 do indiciado, com suspeita de adulteração, além de dezenas de petrechos para falsificações e clonagem de veículos.

Segundo os delegados Guns e Nonnenmacher, o alvo nunca tinha sido  preso pela Polícia Civil, e no momento da sua prisão ainda teria dito: “Parabéns, levaram 20 anos para chegar em mim”! Ainda conforme a Polícia, o indivíduo somente foi preso uma vez em sua trajetória criminosa pela Polícia Federal, em 2008, sendo absolvido posteriormente. Sempre agiu com extrema inteligência e cautela em suas ações, o que dificultava o trabalho policia. Ele é um especialista em clonagem e fabricação de placas e documentos veiculares e trabalha para diversas quadrilhas especializadas em roubos de veículos, banco e tráfico de drogas – acrescentaram os delegados.

Segundo o delegado Sander Cajal, diretor de Investigações do DEIC, o alvo era o número “Um” do Estado em relação aos delitos de clonagem de veículos e falsificações. “Uma lenda do crime”, afirmou Cajal. O homem responderá pelos crimes de receptação, adulteração de sinais identificadores e organização criminosa.

Disque-denúncia: 0800-510 2828

WhatsApp e Telegram: (51) 8418-7814

www.pc.rs.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *