Professora diz ter sido agredida por aluna e exames apontam ferimento em Santiago.

FONTE G1// Uma professora diz ter sido agredida por uma aluna na Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI) em Santiago, na Região Central do Rio Grande do Sul. Segundo a Polícia Civil, exames de corpo de delito apontaram ferimentos no punho esquerdo da docente.

Uma das estudantes de direito teria xingado a coordenadora do curso e machucado a mão dela, depois de saber que não poderia cursar uma disciplina por conflito de horário. A professora não quis gravar entrevista.

Por telefone, a aluna negou a agressão e disse que puxou com força o comprovante de cancelamento da matrícula da mão da coordenadora. A universidade abriu um processo administrativo disciplinar. Se ficar comprovada culpa, a aluna pode ser advertida, suspensa ou até desligada do curso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *