Projeto visa resgatar cultura indígena por meio da alimentação em escola de Cacique Doble.

FONTE G1//Uma iniciativa que favorece o uso de alimentos como forma de resgatar a cultura indígena dentro da alimentação de crianças em uma escola de Cacique Doble, no Norte do Rio Grande do Sul. Os resultados têm sido tão positivos, que o projeto será apresentado apresentado em um congresso nacional.

Na hora da merenda, os pratos dos estudantes da escola indígena no região rural da cidade são recheados com carne, arroz, ovo, feijão e salada. O objetivo é resgatar a cultura alimentar do indígenas, substituindo produtos industrializados por alimentos vindos da terra.

“A gente começou com orientações nutricionais para os alunos, então, de uma forma de fácil entendimento para que as crianças compreenderam a importância do consumo de mandioca, de leguminosas, como o feijão, da salada, alface, repolho, enfim. E depois a gente também quis valorizar a questão da cultura indígena que está se perdendo e trocando por alimentos industrializados”, afirma a nutricionista Marcieli Atunes Vans.

A iniciativa fez com que o município atingisse o primeiro lugar em um ranking que valoriza as práticas da agricultura familiar voltadas à alimentação escolar. O concurso é promovido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *