Quase 600 leitos em hospitais são fechados no RS em dois anos

O Rio Grande do Sul teve queda no número de leitos hospitalares destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS) nos últimos dois anos. Conforme o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), entre 2014 e 2016 houve uma redução de 595 leitos. De 24.160, o total passou para 23.565, uma queda de 2,4%. Somente em Porto Alegre, são 121 a menos.

Ainda segundo o cadastro, a maior parte dos leitos fechados são da área clínica, com diminuição de 342. Para a professora de enfermagem da Feevale Maristela Cassia de Oliveira Peixoto, uma das razões para a diminuição do número de leitos está na defasagem de valores da tabela do SUS, o que acaba afetando nas finanças dos hospitais.
“Hoje, o governo paga 60% do valor do procedimento. O restante, o hospital precisar tirar do bolso. Se você gasta R$ 100, ganha R$ 60”, observa. “Para ter uma ideia, para um parto normal o SUS não paga mais de R$ 200. Eu te pergunto: quanto custa um médico, uma equipe para trabalhar nesse procedimento? Muito mais que isso.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *